Canoa Quebrada: uma viagem paradisíaca

Tema:Ecoturismo
Autor: Marcelo de Paula
Data: 6/7/2004

Canoa Quebrada, a paradisíaca praia do Ceará, onde eu e a Produtora Carla Mendes escolhemos para descansar depois da longa jornada de três meses a bordo do Navio. Então, recapitulando, tudo aconteceu assim:

Ao chegar em Fortaleza, no Ceará, vindo da Martinica, eu e Carla desembarcamos com aquele clima de missão cumprida. Conseguimos no período da expedição concluir a produção de imagens do nosso trabalho e tínhamos alguns dias de folga até pegar o avião de volta à Cidade Maravilhosa.

Já havíamos decidido que não ficaríamos em Fortaleza por ser um grande centro urbano. Em dois dias pesquisamos as praias da região, pousadas e meio de locomoção até os devidos pontos turísticos. Foi aí que escolhemos Canoa Quebrada. Um vilarejo com pequenas pousadas, uma única rua principal com vários restaurantes, sem asfalto, no meio das dunas e com uma imensa praia de águas cristalinas e falésias avermelhadas. Um verdadeiro espetáculo da natureza.

Parecia um sonho quando o ônibus encostou na pequena parada rodoviária e o trocador avisou: “Ponto final, Canoa Quebrada”. Descemos, ligamos para a Pousada Califórnia, a qual fechamos a estada e veio um motorista apanhar nossas bagagens e nos conduzir para nossa casa nos próximos cinco dias. Quando a gerente da pousada abriu a janela do quarto foi outra surpresa agradável. Uma maravilhosa vista de frente para o mar do Nordeste brasileiro. O silêncio era tanto que dava para ouvir o som das ondas a quebrarem na areia da praia. Depois de infinitos dias vendo o mar sobre o casco do Cisne Branco, enfim poderíamos nos banhar sem pressa. Lembrei até do ilustre Dorival Caymmi e suas melodias em homenagem ao mar!!

Deixamos as mochilas intactas no quarto e partimos para dar uma volta no vilarejo. Uma olhadela no visual nos fez lembrar que havia passado muito tempo da nossa última refeição. Procuramos um local sossegado para comer e encontramos uma deliciosa comida caseira no Catavento. Pescada, feijão, farinha nativa, uma boa pimenta e nos deleitamos ao apreciar nossa comida brasileira. Algumas cervejas depois e nos posemos a ir fotografar o pôr do Sol da duna mais próxima da cidadela. Uma dica das proprietárias do restaurante. É um verdadeiro encontro social tal momento, pois são os bugueiros (pilotos de bugg), pescadores locais e os turistas de Canoa que dirigem-se para o ponto.

Assim que o Sol baixou, retornamos a pousada, tomamos bom banho e cama. Para a primeira dormida em solo firme, sem balançar, um certo acontecimento veio a calhar para ajudar o sono. Faltou luz até de madrugada.

No dia seguinte levantamos bem cedo e fomos fazer o reconhecimento da área. Caminhamos pela beira-mar mais de quatro horas para fotografar dunas, falésias das cores mais diferenciadas possíveis. Observamos os nativos partindo com suas jangadas rumo ao mar alto em busca do peixe de cada dia. A região é próspera à pesca. Arraias, camarão, peixes, lagosta, ostras e muitos outros frutos do mar. Tudo serve de recheio aos pratos típicos da terra, quitutes caseiros como pastel, acarajé, bolinhos etc. Há também o excelente melaço de caju, que cura gripe, asma e bronquite de cor escura e sabor intenso.

Para se chegar à praia em Canoa Quebrada é necessário descer mais de oitenta degraus de uma escada de madeira. A vista lá de cima é deslumbrante. Jangadas na areia, jangadas no mar, as falésias avermelhadas em contraste com o branco da areia, o azul celeste e o verde do mar. Um verdadeiro arco-íris natural.

As melhores opções de lazer do vilarejo são os passeio de bugg pelas dunas, lagoas, oásis, falésias e praias da região. O skibunda que é uma descida em prancha de madeira nas dunas, direto para dentro d´água. As comidas típicas dos restaurantes da broadway, nome da rua principal da vila, as barracas da praia e som noturno que rola no Bar do Reggae, o mais famoso de Canoa.

Alias, a influência da música reggae em Canoa Quebrada tem uma razão de ser. Na década de 70 o local virou um reduto do Movimento Rasta pela qualidade de vida alternativa e natural. Quem melhor explica isso é o locutor Chocolate, da Malazarte FM, a única rádio comunitária da vila. “O nome veio do personagem do Sítio do Pica-Pau-Amarelo, Pedro Malazarte. No início era só brincadeira, mas depois a rádio foi tomando forma e hoje ocupa um importante papel de cidadania na comunidade. Prega o seu Estatuto que o projeto social da rádio é difundir as idéias dos moradores de Canoa. Também fazemos campanhas educacionais como não jogar lixo da região, uso da camisinha, coleira em animal de estimação, lazer e cultura. Em termos de som, 70% das músicas selecionadas são nacionais” – citou o locutor Chocolate, que está à frente da rádio desde setembro de 1998.

Realmente não havia local melhor para eu e a Produtora Carla Mendes descansar o corpo e a mente no final do trabalho. Em nosso último dia no vilarejo fomos conhecer o Luau que acontece na praia todos os domingos. Com fogueira, muito reggae e cerveja gelada. A noite em Canoa é linda, pois a pouca luminosidade da vila permite apreciar as estrelas que brilham no negro reflexo do mar. E ainda tinha Lua cheia para a despedida.

Nesta reportagem:

» Dunas, praias cristalinas e falésias! Um dos paraísos do Ceará
» Canoa Quebrada: uma viagem paradisíaca





© Copyright 1998 - 2012 - 360 GRAUS MULTIMÍDIA
Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na Internet, sem autorização mesmo que citada a fonte.

Compartilhe:


Livros:

Equipamentos:

  • Boipeba, na Bahia é escolhida como a praia mais bonita do Brasil
    Ecoturismo
    Boipeba, na Bahia é escolhida como a praia mais bonita do Brasil
  • Chile: um destino que promete surpreender por suas infinitas belezas
    Lugares
    Chile: um destino que promete surpreender por suas infinitas belezas
  • Chapada Diamantina revela sua maior preciosidade: a aventura
    Ecoturismo
    Chapada Diamantina revela sua maior preciosidade: a aventura
  • Mergulho em naufrágios: desvende este mistério!
    Mergulho
    Mergulho em naufrágios: desvende este mistério!
  • Vídeo: Aventura de balão na Capadócia, Turquia
    Balonismo
    Vídeo: Aventura de balão na Capadócia, Turquia
  • Amazônia tem 'oceano subterrâneo'
    Ecologia
    Amazônia tem 'oceano subterrâneo'