Saiba mais sobre as conquistas e a história da exploração espacial

Tema:Expedições
Autor: Chris Bueno
Data: 17/7/2006

O fascínio pelo desconhecido e o anseio por desbravar novos mundos e chegar aonde ninguém jamais alcançou tem levado o homem para as mais diversas e ousadas aventuras. Talvez tenha sido esse anseio que fez com que os homens deixassem suas cavernas na pré-história e percorressem quilômetros e mais quilômetros através do planeta. Com certeza esse foi um dos principais motivos que o lançou em expedições marítimas no século XV buscando um incrível mundo novo. Hoje, o homem já deu a volta ao mundo por terra, por água e por ar, mas ainda não saciou sua vontade de exploração e descoberta.

Com a avançada tecnologia dos dias de hoje, ficou mais fácil realizar viagens exploratórias pelo planeta – e até fora dele. Afinal, depois de realizar tantas voltas ao redor do mundo, o espaço surge como uma nova e misteriosa fronteira a ser desbravada. Cada vez mais se investe na exploração espacial, até com a realização de vôos sub-orbitais particulares. E o Brasil não fica atrás nessa expedição além da terra.

A exploração espacial hoje chegou a níveis que nem o cosmonauta soviético Yuri Gagarin, o primeiro homem a viajar pelo espaço, ou Júlio Verne, um dos mais célebres escritores de ficção, imaginariam em seus mais ousados sonhos. Uma nave espacial já fez uma viagem particular sub-orbital, sondas já pousam nos satélites de Saturno, e uma viagem tripulada a Marte já está sendo preparada para 2020.

História
Mas a exploração espacial teve que percorrer um longo e árduo caminho para chegar ao nível de desenvolvimento dos dias atuais. A história da Astronáutica é dividida basicamente em três períodos: os das descobertas iniciais, o da corrida espacial e o dos projetos pós-Guerra Fria.

O primeiro período vai até meados de 1945 e é marcado pelas tentativas de fazer voar foguetes espaciais. Esses experimentos foram criados originalmente com a idéia de atacar adversários com mísseis. Apesar das muitas falhas nas diversas tentativas realizadas, as pesquisas promoveram um avanço na ciência da exploração espacial e deram origem aos lançadores de satélites e naves espaciais de hoje.

Durante o período da corrida espacial as ciências especiais conhecerem sua época de maior expansão. A disputa acirrada pela conquista do espaço travada entre os Estados Unidos e a União Soviética levou a grandes avanços científicos. A União Soviética saiu na frente com o lançamento do primeiro satélite artificial em 1957. Um mês depois, o país levou ao espaço o primeiro ser vivo, a cadela Laika, a bordo do Sputinik 2. Os Estados Unidos reagem no ano seguinte com a criação da Nasa, responsável pelo programa espacial norte-americano, e com o lançamento de seu primeiro satélite artificial, o Explorer 1. Os dois países então se emparelham em projetos de exploração da Lua e de reconhecimento dos planetas Vênus, Marte e Mercúrio.

Na década de 60, o objetivo maior da disputa é levar o homem ao espaço. Novamente a União Soviética sai na frente, enviando ao espaço o cosmonauta Yuri Gagarin, a bordo da nave Vostok I, em 1961. Mas a tão desejada conquista da lua é realizada pelos Estados Unidos, oito anos depois, com o astronauta Neil Armstrong, a bordo da Apollo 11, em 1969. Após a conquista da Lua, a prioridade da exploração do espaço passa a ser a pesquisa científica e tecnológica, viabilizada com a construção de estações e ônibus espaciais e com o lançamento de sondas espaciais.

O período pós-Guerra Fria é marcado pela recessão econômica e por uma certa diminuição de ritmo nos projetos espaciais. Os projetos que se destacam no período é o lançamento da nave Galileu, em 1989, que explorou o sistema solar percorrendo a órbita da Terra, da Lua e de Vênus até chegar a Júpiter em dezembro de 1995; o lançamento do telescópio espacial Hubble, em 1990, para observar e fotografar objetos astronômicos jamais vistos; a construção da Estação Espacial Internacional, programa coletivo de vários países de uma base permanente de pesquisa no espaço; a exploração de Marte, pela sonda Mars Pathfinder, lançada pela Nasa em 1997; e pelo Neat, sigla em inglês para Programas de Rastreamento de Asteróides Próximos da Terra.

Fontes: AEB, INPE e NASA

Nesta reportagem:

» Saiba mais sobre as conquistas e a história da exploração espacial
» Nova era espacial
» Céu verde e amarelo
» Exploração espacial - Glossário





© Copyright 1998 - 2012 - 360 GRAUS MULTIMÍDIA
Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na Internet, sem autorização mesmo que citada a fonte.

Compartilhe:


Livros:

Equipamentos:

  • Boipeba, na Bahia é escolhida como a praia mais bonita do Brasil
    Ecoturismo
    Boipeba, na Bahia é escolhida como a praia mais bonita do Brasil
  • Chile: um destino que promete surpreender por suas infinitas belezas
    Lugares
    Chile: um destino que promete surpreender por suas infinitas belezas
  • Chapada Diamantina revela sua maior preciosidade: a aventura
    Ecoturismo
    Chapada Diamantina revela sua maior preciosidade: a aventura
  • Mergulho em naufrágios: desvende este mistério!
    Mergulho
    Mergulho em naufrágios: desvende este mistério!
  • Vídeo: Aventura de balão na Capadócia, Turquia
    Balonismo
    Vídeo: Aventura de balão na Capadócia, Turquia
  • Amazônia tem 'oceano subterrâneo'
    Ecologia
    Amazônia tem 'oceano subterrâneo'