A Desidratação e perda de sais minerais

Tema:Diversos
Autor: Clemar Corrêa
Data: 13/2/2013

O exercício de alta intensidade causa o suor intenso. Além da água, o suor contém principalmente os eletrólitos Sódio, Potássio, Cloro e Magnésio, conhecidos como “Sais Minerais”. Há relatos de sudorese de até 3 litros/hora, que não são sustentadas pelo corpo humano por muitas horas. Em exercícios intensos o suor chega a 10 a 15 litros/24 horas. Assim, em condições extremas de exercício, deve-se ingerir em torno de 200ml de água a cada 15 ou 20 minutos.

A sudorese intensa pode levar à desidratação e perda importante dos sais, principalmente de sódio. O atleta tende a tomar muita água e não repor adequadamente essa perda de eletrólitos. Pode surgir então a chamada Hiponatremia que é uma diminuição da concentração de sódio no sangue. Um dos primeiros sinais disso são as câimbras generalizadas, mesmo em atletas de altíssima performance. Assim, a hidratação deve ser não apenas com água, mas com as chamadas bebidas isotônicas, que irão repor principalmente a água e os eletrólitos perdidos.

Importante: essa reposição é importante para exercícios intensos e de longa duração (horas). Diante da não disponibilidade das bebidas isotônicas, deve-se ingerir água e pequenas quantidades de alimentos salgados (salgadinhos, batatas fritas, amendoim, determinadas frutas, etc..) ou sal puro, em pequenas quantidades. Observação: diluindo – se uma colher de chá rasa de sal e uma colher de sopa de açúcar em um litro de água, obtém-se um bom reidratante.

A perda de sais surge mesmo sem desidratação, e além das câimbras pode surgir dor-de-cabeça, fadiga excessiva, dores musculares, náusea, vômitos, diarréia e nos casos graves, convulsões. Na desidratação, a pele do atleta geralmente fica muito quente e vermelha e outro sinal sutil é a diminuição da diurese, ficando a urina com cor amarelo forte (“urina concentrada”).

Por outro lado, a sede é um sinal um pouco “atrasado” de que o corpo precisa de água, significando já uma leve desidratação. A hidratação deve ser a melhor possível. Havendo disponibilidade de água ou líquidos, deve-se ingeri-los em grande quantidade, obviamente sem exagero, durante exercícios intensos. Mesmo antes de surgir a sede. Estudos mostram que dessa forma a resistência à privação de água será maior. Deve–se evitar líquidos excessivamente doces e /ou gasosos.

Nesta reportagem:

» Clemar Corrêa: A ação do sol e do calor na atividade física
» A Desidratação e perda de sais minerais
» Você sabe como reconhecer a Hipertermia? Conheça algumas dicas
» Prevenção e tratamento da Hipertermia
» Aclimatação ao calor
» Conclusão para Hipertermia





© Copyright 1998 - 2012 - 360 GRAUS MULTIMÍDIA
Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na Internet, sem autorização mesmo que citada a fonte.

Compartilhe:


Livros:

Equipamentos:

  • A emoção de um vôo de acrobacia em avião da Segunda Guerra
    Aviação
    A emoção de um vôo de acrobacia em avião da Segunda Guerra
  • Torres: a beleza e perfeita harmonia entre natureza e cidade
    Ecoturismo
    Torres: a beleza e perfeita harmonia entre natureza e cidade
  • A magia de Alto Paraíso na Chapada dos Veadeiros
    Lugares
    A magia de Alto Paraíso na Chapada dos Veadeiros
  • Como andar de bike com segurança em grandes cidades? Veja dicas
    Dicas
    Como andar de bike com segurança em grandes cidades? Veja dicas
  • Subwing: Experimente a sensação de voar debaixo d'água
    Mergulho
    Subwing: Experimente a sensação de voar debaixo d'água
  • Ubajara: um oásis em meio ao sertão cearense
    Ecoturismo
    Ubajara: um oásis em meio ao sertão cearense