Sete brasileiros disputam título mundial de kitesurf no Ceará

Tema:kitesurf
Autor: Redação 360 Graus
Data: 26/11/2004

Os melhores kitesurfistas do mundo começam nesta quinta-feira (dia 25/11) a disputarem o título do Super Kite - Campeonato Mundial de Kitesurf, etapa brasileira que encerra o Circuito Mundial da PKRA (Professional Kiteboard Riders Association) e que está acontecendo no Beach Park, no Ceará. Sete brasileiros estão classificados para a fase principal do evento: Guilherme "Guilly" Brandão, Reno Romeu, Rafael Juruna, Bruna Kajiya, Camila Pagliuca, Carol Freitas e Joseph Carneiro, que garantiu sua vaga nas provas classificatórias desta quarta-feira. A previsão é de que as baterias da fase principal comecem às 7h nesta quinta-feira.

O carioca Reno Romeu herdou o wild card que pertencia ao campeão do circuito cearense Kleber "Pepi" de Pinho, lesionado no joelho nos treinos. Como Pepi percebeu que não tinha condições de competir, devolveu o convite a T'ai Produções e Eventos, que destinou ao jovem brasileiro que vem se destacando nacionalmente nesta temporada de 2004.

Com condições perfeitas para a prática do kitesurf, Joseph Carneiro foi o último brasileiro a garantir presença na fase principal do Super Kite, que reúne os top 12 do ranking, além de quatro wild cards (convidados) e 16 atletas que disputaram as classificatórias da PKRA. Na manhã desta quarta-feira (dia 24/11), Joseph passou por duas baterias para carimbar o passaporte no evento principal. Na primeira ele superou o alemão Sebastian Bubmann e o espanhol Jaime Portas, passando depois pelo inglês Neal Hilder.

"Finalmente a classificação saiu! Bati na trave na disputa pelo wild card, mas desta vez o vento estava perfeito e pude executar as manobras que costumo fazer com naturalidade. Estou animado para o Mundial e acho que posso ficar entre os dez primeiros", diz Joseph, que em 2005 vai trocar Cabarete, na República Dominicana, pelo Ceará. "Aqui é um dos melhores picos do mundo".

Apenas treinando desde que chegou ao Beach Park, o inglês Aaron Hadlow, campeão da temporada 2004 por antecipação, não pensa em outra coisa que não seja o Mundial. "Vim para o Ceará pelo mesmo motivo que vou para todas as demais competições: para vencer. Isso é o que motiva a estar aqui. Quero fechar a temporada com chave-de-ouro e com mais um título", comenta Aaron, de apenas 16 anos.

Porém Aaron não terá vida fácil no Ceará, já que outros grandes nomes do kitesurf internacional também estão no evento. Os espanhóis Giani Aragno e Jaime Herraiz e o holandês Ruben Lenten vão fazer de tudo para conquistar o título da última etapa, já que lutam diretamente pelo vice-campeonato mundial.

A cearense Camila Pagliuca sabe da importância de estar competindo numa etapa do Mundial. "Quanto mais meninas velejarem, mais o kitesurf feminino vai se desenvolver. É importante estar ao lado das melhores do mundo porque posso observar as manobras que elas fazem e aprender a velejar melhor", observa a campeã do Circuito Cearense.





© Copyright 1998 - 2012 - 360 GRAUS MULTIMÍDIA
Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na Internet, sem autorização mesmo que citada a fonte.

Compartilhe:


Livros:

Equipamentos:

  • Chile: um destino que promete surpreender por suas infinitas belezas
    Lugares
    Chile: um destino que promete surpreender por suas infinitas belezas
  • Chapada Diamantina revela sua maior preciosidade: a aventura
    Ecoturismo
    Chapada Diamantina revela sua maior preciosidade: a aventura
  • Mergulho em naufrágios: desvende este mistério!
    Mergulho
    Mergulho em naufrágios: desvende este mistério!
  • Vídeo: Aventura de balão na Capadócia, Turquia
    Balonismo
    Vídeo: Aventura de balão na Capadócia, Turquia
  • Amazônia tem 'oceano subterrâneo'
    Ecologia
    Amazônia tem 'oceano subterrâneo'
  • Ciclovia do Danúbio atravessa 10 países num cenário encantador
    Bike
    Ciclovia do Danúbio atravessa 10 países num cenário encantador